Colágeno Snella - Blog colágeno no verão

Você já deve ter percebido que no verão nossa pele fica bastante exposta a agressões como: irradiação solar (raios UV) muito forte, cloro da piscina, água salgada do mar... Além disso, nosso organismo tem mais chances de perder água (desidratar) por conta do calor e do suor, e a pele, por possuir mais de 60% de água em sua estrutura, fica comprometida por essa desidratação.

 O consumo de água é indispensável, claro. Para acertar na quantidade de água a ser ingerida, o ideal é multiplicar seu peso por 35 mL. Ou seja, se você tem 70 kg (70 x 35 = 2.450 mL), praticamente 2,5 litros de líquido é a recomendação diária. O ideal é água pura, água de coco (exceto se você possui diabetes, resistência à insulina ou pré-diabetes – neste caso consulte seu Nutricionista ou Médico), chás naturais (cuidado com chás solúveis que trazem maltodextrina – um tipo de açúcar – na composição), água com peptídeos de colágeno!

 Isso mesmo! É comprovado que consumir peptídeos de colágeno diariamente aumenta a hidratação da pele, ou seja, ajuda a reter as moléculas de água dentro das estruturas microscópicas da pele. Isso é muito adequado para o verão, pois oferece uma proteção a mais para a pele, de “dentro para fora”. Não se pode esquecer também de proteger a pele “de fora para dentro” com o uso de filtro solar adequado, além de evitar exposição excessiva em horários inadequados para o banho de sol.

 Outra informação valiosa é que os peptídeos de colágeno exercem comprovadamente uma proteção contra a agressão externa. Em pesquisa foi visto que a degradação do colágeno tipo 1 da pele, induzida por raios UVB, foi minimizada quando havia o consumo de peptídeos de colágeno. Recentemente outra pesquisa reforçou esta questão: o consumo dos peptídeos de colágeno aumenta a quantidade de precursores da matriz dérmica (pró colágeno tipo 1) e a proteína principal da pele: colágeno tipo 1. Isso é atribuído à estimulação da biossíntese e à diminuição da degradação do colágeno da pele através da inibição da atividade das metaloproteinases (MMP) 1 e 2.

Resumindo: peptídeos de colágeno não só protegem a estrutura da pele contra os raios UV mais fortes do verão, como também evitam a perda de água da pele e, ainda aumentam o estímulo nas células da pele para que produzam maior quantidade de colágeno (renovação). O resultado é uma pele mais bonita e protegida contra o envelhecimento.


Mas atenção! Colágeno não é tudo igual. Esses efeitos demonstrados nas pesquisas são referentes aos peptídeos de colágeno Verisol®, um colágeno especial do qual a Indústria Snella é especialista e pioneira no Brasil. O consumo deve ser diário, na dose de 2,5 gramas ao dia. Para ingerir exatamente esta quantidade, basta usar 1 shot Snella Verisol ao dia, ou 1 dose de Powder Juice Snella ou Powder Tea Snella, ou o Pure Skin Snella, por exemplo. O melhor horário para ingerir é antes de dormir, ou ao acordar, ou entre as refeições.

Referencias bibliográficas:

1 - Tanaka M, Koyama Y, Nomura Y. Effects of collagen peptide ingestion on UV-B-induced skin damage. Biosci Biotechnol Biochem. 2009 Apr 23;73(4):930-2.

2Zague V, do Amaral JB, Rezende Teixeira P, de Oliveira Niero EL, Lauand C, Machado-Santelli GM. Collagen peptides modulate the metabolism of extracellular matrix by human dermal fibroblasts derived from sun-protected and sun-exposed body sites. Cell Biol Int. 2018 Jan;42(1):95-104.